Junto com o surgimento e crescimento da Agricultura Digital, os algoritmos passaram a fazer parte do vocabulário do Agronegócio. Eles compõem a linguagem básica da programação e correspondem ao passo a passo de todas as etapas envolvidas em uma determinada tarefa, das mais simples às mais complexas.

Mas os algoritmos não estão limitados ao mundo da programação e dos computadores, como muitos podem pensar. Coisas que fazemos na nossa rotina também contém algoritmos, como fazer funcionar um aparelho através das instruções do manual, seguir uma receita culinária ou concluir uma operação matemática. 

Quando você monta um aparelho, por exemplo, você separa todas as peças (dados de entrada), segue o passo a passo do manual (processamento ou instruções) e chega ao resultado esperado (o aparelho montado e funcionando).

O algoritmo pode ser resumido como uma série de raciocínios, instruções ou operações para se chegar a um objetivo, com a condição de que haja um número finito de passos e que esses sejam seguidos à risca.

Na agricultura digital, os algoritmos se baseiam em fórmulas matemáticas que, através da associação de um ou vários parâmetros, procuram explicar processos biológicos de uma forma matemática, possibilitando, inclusive, representar uma determinada atividade biológica.

Já é possível criar algoritmos para solucionar problemas do dia a dia dos produtores rurais. É o que as inúmeras Agtechs do setor estão oferecendo, através de produtos e serviços especializados nas principais demandas do agronegócio

Confira alguns exemplos: algoritmos para antever a produtividade, para prever a duração de um ciclo de uma cultivar, para determinar a relação da nutrição na produção ou na produtividade, e para prever o impacto da chuva ou da umidade na agricultura. 

As vantagens dos algoritmos para a agricultura são inúmeras. Eles são capazes de, entre outras coisas, traduzir fenômenos biológicos extremamente complexos em processos matemáticos com um certo grau de previsibilidade e alta precisão

Essa vantagem para a agricultura é imprescindível porque, quanto mais o produtor aumenta o seu entendimento e controle sobre as etapas de produção da sua lavoura, mais ele terá chances de incrementar a sua produtividade e rentabilidade, além de ter mais segurança na tomada de decisões.

 

Você também pode se interessar por esses outros conteúdos:
Como a DigiFarmz sabe as condições climáticas da minha lavoura?
De que forma a DigiFarmz auxilia no controle das doenças da soja?

 

As Agtechs atuam em toda a cadeia produtiva do agronegócio, desde a escolha das sementes, germinação

Esse assunto de algoritmos pode parecer um tanto complexo para quem ainda não é familiarizado com o assunto, mas, se você permitir trabalhar com todas as vantagens que a tecnologia está trazendo para o setor, aos poucos, esses novos conceitos estarão inseridos na sua rotina de uma forma natural. Não é necessário entender cada um desses conceitos para aproveitar todas as vantagens da tecnologia no agronegócio, pois as plataformas digitais utilizam os algoritmos em seus processamentos de dados e já apresentam as orientações diretamente aos produtores.

Mais do que isso, quando os resultados dessa inovação forem aparecendo, você fará questão de conhecer mais sobre todos os aspectos da Agricultura Digital porque, afinal, estamos falando de crescimento e rentabilidade.

Quem não quer se familiarizar mais com esses assuntos, não é verdade?

Nós, da DigiFarmz, também utilizamos os algoritmos em nossa plataforma, através da qual os produtores, técnicos e empresas do agronegócio obtêm parâmetros em tempo real, customizados para cada fazenda e talhão, que permitem o melhor controle das doenças. 

No que depender de nós, você terá todas as informações para ficar constantemente atualizado e bem informado a respeito das novas tecnologias à disposição do produtor rural. Continue contando com a nossa parceria!

Deixe uma resposta