Mercado Agrícola

6 dicas para economizar na compra de defensivos

O custo de produção da soja, assim como de outras culturas, é elevado, e vem aumentando cada vez mais nas últimas safras, exigindo um considerável investimento para o produtor rural. Neste contexto, os custos com defensivos agrícolas está entre os principais dispêndios, principalmente pelos usos frequentes para a manutenção da fitossanidade da lavoura.

Sabemos de todos os benefícios de se usar defensivos na lavoura, mas isso, obviamente, não impede que busquemos economizar nessa compra.

Por essa razão, separamos para você, produtor rural ou consultor técnico, 6 dicas para você economizar nesse processo. Confira:

Dica 1: Tenha um controle de estoque dos defensivos.

Como você sabe, o controle de estoque não é exclusividade da indústria e do varejo. O agronegócio também precisa ter essa prática enraizada na sua rotina. Resumidamente, o controle de estoque no campo corresponde ao registro de todas as entradas – cada produto comprado – e de todas as saídas – quando os produtos são usados.

As vantagens são inúmeras: menos riscos de faltar produto ou de vencer no estoque; evita o desperdício de dinheiro; aumenta o poder de negociação com os fornecedores de insumos e defensivos, à medida que você sabe com antecedência os produtos e as quantidades que você deve comprar; auxilia na gestão agrícola eficaz do negócio, entre tantas outras.

A forma de fazer esse controle de estoque deve se adequar ao dia a dia do produtor rural ou consultor técnico. As entradas e saídas podem ser registradas em fichas manuais, tabelas, planilhas ou ainda em um sistema mais elaborado com o auxílio da tecnologia.

No início, faça com o que você tem à disposição e, com o tempo e uma análise mais apurada das alternativas existentes, vá aprimorando o modo de controle de estoque, buscando sempre a praticidade e a agilidade nas informações.

Dica 2: Faça um orçamento dos defensivos que você quer adquirir.

Pode parecer uma dica básica demais, mas muita gente acaba não fazendo orçamento e comparação de preços antes de adquirir os defensivos para a sua lavoura, seja por falta de tempo, planejamento ou conhecimento. Um bom orçamento prévio é essencial para o produtor ou consultor técnico conseguir melhores preços e condições de pagamento na compra dos defensivos.

Dica 3: Não abra mão do planejamento da safra.

Ainda tem muita gente que tem preconceito com o planejamento, alegando que não é prático e que só existe para ficar guardado na gaveta. Mas você, como produtor rural, sabe que o planejamento é indispensável para uma boa gestão agrícola e para manter uma rentabilidade dentro das expectativas. Através dele, você registra e sabe as informações sobre as safras passadas, possibilitando uma projeção para a safra atual e as futuras.

Esses dados facilitam todas as decisões referentes a sua lavoura, tais como: quais e quanto defensivo você deve comprar; quando e como deve utilizá-los; quais as pragas, doenças e ervas daninhas você deve controlar; quais os preços que você pagou pelos insumos e defensivos nas safras passadas, possibilitando que você ganhe um maior poder de negociação com os fornecedores.

Planejamento SojaDica 4: Negocie com os fornecedores.

A negociação é sempre uma boa alternativa para economizar na compra de defensivos agrícolas para a sua lavoura. Mas lembre-se de utilizar todas as informações disponíveis, levantadas no planejamento e no controle de estoques, como falamos anteriormente. Essas informações é que darão os argumentos certos para que você consiga os melhores resultados.

Dica 5: Mantenha-se atualizado quanto a novas marcas, fornecedores e eventuais promoções/descontos.

O produtor rural ou consultor técnico deve ter informações atualizadas sobre o que está acontecendo no mercado em termos de novas marcas de defensivos, resultados das análises de eficácia dos mesmos, o que os fornecedores estão oferecendo de novidades, promoções ou descontos.

Sabemos que a questão tempo é a que mais impacta nessa missão, mas não pode ser um empecilho, visto que hoje já existem maneiras práticas e confiáveis para que essas informações sejam acessadas frequentemente. Aplicativos, sites especializados e notícias segmentadas são algumas das opções disponíveis para o produtor rural.

Esteja atento também às movimentações e variações do mercado financeiro mundial, como por exemplo o preço do dólar, pois elas influenciam consideravelmente nos preços dos defensivos.

Dica 6: Trocar soja por insumos.

Não é de hoje que o escambo ou as trocas existem e funcionam, não é verdade? Atualmente, essa prática, na agricultura, é chamada de barter, que corresponde a operação financeira que envolve a troca de produtos produzidos pelos agricultores por insumos e defensivos de que eles necessitem.

Essa opção de pagamento pode ser uma boa estratégia para adquirir insumos sem investir dinheiro na hora, contanto que se avalie corretamente os valores relacionados na transação.

 

Você também pode se interessar por esses outros conteúdos:
Fungicidas vêm perdendo eficácia. Como reverter a situação?
Preciso ter algum programa para trabalhar com a plataforma DigiFarmz?

 

Além de seguir essas dicas, você pode economizar também durante o uso dos defensivos, optando pelas misturas ideais e cuidando para que o tanque de pulverização dos defensivos esteja sempre limpo e com a calda estável. Isso porque a aplicação errada dos defensivos pode levar a perdas de produtos e, consequentemente, ao desperdício de dinheiro.

Economizar na compra de defensivos também inclui escolher os melhores produtos para a sua lavoura e cultivar. A DigiFarmz auxilia você, produtor rural ou consultor técnico a fazer essas escolhas da maneira mais ágil, confiável e prática possível.

A nossa missão é ser a principal referência de informações e conteúdo para auxiliar na sua tomada de decisões. Conte conosco para sermos seus parceiros no seu dia a dia. Vamos juntos!

Deixe uma resposta